Festas e Eventos
Cidade pára e desfile dos carros de bois homenageia prefeito de Matutina(MG)
Vinícius Campos® 5 de maio de 2011 Enviar para um amigo Imprimir Post Imprimir Post
  A participação das crianças e dos jovens é de dar gosto.

A cidade parou nesta tarde para ver o tradicional desfile de carros de bois da 13ª Festa da Moagem e do Carro de Boi. Mais de 100 carreiros participaram do encontro.
O uso do clichê é necessário: o desfile é de parar o trânsito. Compreensível: após o almoço, oferecido aos carreiros e familiares na Fazenda Curral Velho, a boiada cai na estrada. Por bons momentos, a Avenida Governador Valadares, que corta a cidade, se divide entre o ontem e o hoje. Os automóveis vão por um lado da pista e os carreiros pela outra.

A Igreja Matriz abençoa a chegada da boiada. O cantar das rodas chama a atenção. Durante o desfile, é só o que se ouve pelas ruas. Nas portas das lojas os carreiros são recebidos com euforia pelos apreciadores da festa tradicional.

Engana-se quem deduz que, neste desfile, só desfilam carreiros. Há claro, espaço para as carreiras que se destacam entre os homens. A participação das crianças e dos jovens é de dar gosto. Eles são muitos e mostram muita dedicação em manter viva a tradição.

José Hironilton era prefeito de Matutina e participava todos os anos da festa em Unaí. No desfile, muitas homenagens foram feitas a ele.

Os participantes do desfile abrigavam um sentimento em comum: a saudade de quem partiu. A comitiva de Matutina (MG) homenageou o prefeito da cidade, José Hironilton, que tinha gosto pela cultura e tradição do carro de boi, mas que infelizmente faleceu em um acidente de trânsito no último mês. O empresário Renildo Alves recebeu a homenagem por José Hironilton que era seu primo e não conseguiu disfarças a emoção. O prefeito de Matutina acompanhava todos os anos a festa de Unaí.

Mesmo assim a boiada seguiu e vai continuar seguindo, lembrando as gerações passadas que sustentaram seus filhos com a lida na roça, com a moagem e com o trato dos bois.

São 13 anos de desfile e festa. Este ano a festa acontece no Clube Itapuã. Tem rapadura, melado, batida, pão de queijo com lingüiça e pelota, paçoca, pastel… vá conferir!

 

A Igreja Matriz abençoa a chegada da boiada
 
  Por algumas horas, a Avenida Governador Valadares, que corta a cidade, se divide entre o ontem e o hoje. Os carreiros vão por um lado da pista e os automóveis  pela outra.

 

Fonte: Kamilla Sales
Imagens: Kamilla Sales, José Augusto Nieto